segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Das pessoas, você não precisa manter distância!


Fique sabendo: Como é feito o teste de aids?

O diagnóstico da infecção pelo HIV é feito por meio de testes realizados a partir da coleta de uma amostra de sangue.
No Brasil, temos os exames laboratoriais como o ELISA anti-HIV e os testes rápidos que detectam os anticorpos contra o HIV em um tempo inferior a 30 minutos.

Fonte: www.aids.gov.br

domingo, 6 de dezembro de 2009

Quando fazer o teste de aids?

O teste de aids não deve ser feito de forma indiscriminada e a todo momento.
O aconselhável é que você faça após ter passado por alguma situação de risco.
Após a infecção pelo HIV, o sistema imunológico demora cerca de 1 mês para produzir anticorpos em quantidade suficiente para serem detectados pelo teste. Por conta disso é melhor faze o teste após este período.
  • Situações de risco:
  1. Relações sexuais desprotegidas (sem o uso de preservativos) anais, vaginais e orais
  2. Compartilhamento de agulhas e seringas contaminadas
  3. Durante a gestação, parto e amamentação (da mãe pro filho)
  4. Por transfusão de sangue

Lembrar que o HIV não é transmitido pelo beijo, toque, abraço, aperto de mão, compartilhamento de toalhas, talheres, pratos, suor e lágrimas!

Fonte: www.aids.gov.br

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Use camisinha


Sexo não tem idade. Proteção também não.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Fique sabendo! Faça o teste de aids!!

  • Por que você deve fazer o teste?

Saber se tem o HIV precocemente permite começar o tratamento no momento certo e ter uma melhor qualidade de vida.

Além disso, mães soropositivas podem aumentar suas chances de terem filhos sem o HIV, se forem orientadas corretamente e seguirem o tratamento recomendado durante o pré-natal, parto e pós-parto.

O teste de aids é gratuito, sigiloso e um direito seu!

Viver com Aids é possível. Com preconceito não.


AIDS - formas de contágio

O HIV pode ser transmitido pelo sangue, sêmen, secreção vaginal e pelo leite materno.

  • Assim se pega
  1. sexo vaginal sem camisinha
  2. sexo anal sem camisinha
  3. sexo oral sem camisinha
  4. uso da mesma seringa ou agulha por mais de 1 pessoa
  5. transfusão de sangue contaminado
  6. mãe infectada pode passar para o filho na gravidez, parto e amamentação
  7. aparelhos que furam ou cortam não esterelizados
  • Assim não se pega
  1. sexo, desde que se use corretamente a camisinha
  2. masturbação a dois
  3. beijo no rosto ou na boca
  4. suor e lágrima
  5. picada de inseto
  6. aperto de mão ou abraço
  7. talheres/copos
  8. assento de ônibus
  9. piscinas, banheiros, ar
  10. doação de sangue
  11. sabonete, toalha, lençóis

Fonte: www.aids.gov.br

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Protetor solar: fique de olho!


Fique de olho!

Marcas de protetor solar reprovadas!!!

"Uma avaliação feita pela Pro-Teste reprovou 8 dos 10 protetores com FPS 30 mais usados no país. Além disso, 7 marcas foram reprovadas por conter na composição o benzophenone-3, um ingrediente que já é proibido em outros países por ser potencialmente cancerígeno. Os melhores do teste foram considerados o L'Oréal Solar Expertise e o Cenoura & Bronze.

Foram avaliados produtos Avon Sun, L'Oréal Solar Expertise, Cenoura & Bronze, Hélioblock da La Roche-Posay, Episol Loção Oil Free, Coppertone Loção, Sundown Complex, Natura fotoequilíbrio, Nívea sun e Banana Boat Bloqueador Solar Ultra.

No teste foram examinados fatores como a quantidade de informação no rótulo, a qualidade das substâncias em sua composição, a chance de causar irritabilidade, a hidratação, a proteção, a resistência à água e sua textura. Somente 3 marcas, L'Oréal Solar Expertise, Cenoura & Bronze e o Hélioblock da La Roche-Posay não contêm o benzophenone-3.

Os produtos, entre eles Nivea e Sundown, perdem até 50% do FPS (fator de protação aos raios UVB, responsáveis pelo câncer de pele) quando expostos a uma hora de sol. No teste de fotoinstabilidade, o FPS dos produtos foi medido antes e depois da exposição a uma temperatura de 40 graus. As marcas Avon, La Roche-Posay, Banana Boat e Sundown também foram reprovadas.

Alguns produtos, como o da Nívea, perderam 50% do seu FPS. Após 1 hora de uso eles caíram para FPS 15. O segundo pior foi o La Roche-Posay, que manteve só 62% de sua proteção indicada no rótulo. O Coppertone declarou um fator de proteção (30), maior do que o medido (25). Todas as embalagens mencionavam resistência à água, mas após imersão de 30 minutos, a proteção do produto da Natura caiu para 30% do FPS incial, por exemplo. O Sundown caiu para 55%.

A presença de substâncias bloqueadoras dos raios UVA - que têm incidência constante durante o dia todo - é indicada no rótulo dos 10 produtos. Mas só 3 embalagens mostram o grau de proteção: Cenoura & Bronze, L'Oréal Solar Expertise e Natura Fotoequilíbrio.

Não há regulamentação no Brasil que obrigue a presença de substâncias bloqueadoras dos raios UVA, segundo a ANVISA. Apesar disso, os produtos devem oferecer no mínimo um terço do FPS em proteção UVA.

Fonte: O Globo

Luta contra a AIDS